Universidade Íris

Faculdade De Engenharias e Ciências Exactas

NOSSA MISSÃO: 

 

Promoção da inovação na pesquisa e investigação, através da produção de conhecimento para o desenvolvimento sustentável, nas áreas de engenharias e ciências exactas, guiada pelos princípios cristãos, por meio de modelo de ensino híbrido e por competência.

 

NOSSA VISÃO: 

 

Pretende ser um centro de ensino de excelência e referência nacional e internacional nas áreas de Engenharias e Ciências Exactas, na promoção da pesquisa, investigação e inovação no âmbito da extensão universitária voltada aos princípios da ética e doutrina cristã, aprimorando as por meio de modelo de ensino híbrido e por competência.

CURSOS DE LICENCIATURA
Gestão Ambiental e Mudanças Climáticas

O presente documento delineia o plano curricular do curso de Licenciatura em Gestão Ambiental e Mudanças Climáticas oferecido pela Universidade Íris (Uniris). O objetivo principal é estabelecer, estruturar e normatizar o funcionamento do curso, proporcionando uma visão abrangente e integrada da Gestão Ambiental e das questões relacionadas às mudanças climáticas.

A Gestão Ambiental e as estratégias para lidar com as mudanças climáticas desempenham um papel crucial na busca por soluções sustentáveis diante dos desafios ambientais contemporâneos. Este curso multidisciplinar combina princípios de gestão ambiental com abordagens inovadoras para lidar com as mudanças climáticas, capacitando profissionais para enfrentar questões essenciais, como a preservação de ecossistemas, gestão de resíduos, mitigação e adaptação às mudanças climáticas, além da promoção do desenvolvimento sustentável.

Ao longo do curso, os estudantes serão instigados a integrar conhecimentos técnicos, habilidades práticas e uma compreensão aprofundada das questões ambientais e climáticas. Essa abordagem visa prepará-los para desempenhar um papel fundamental na criação de um futuro mais equilibrado entre o desenvolvimento humano e a conservação do meio ambiente, considerando também os desafios impostos pelas mudanças climáticas. Um dos pilares centrais do curso é a ênfase na sustentabilidade e na resiliência climática. Os estudantes explorarão métodos para equilibrar o crescimento econômico com a preservação ambiental e para enfrentar os desafios das mudanças climáticas, integrando inovações tecnológicas, estratégias de gestão ambiental e medidas de adaptação climática.

A formação prática é prioritária, permitindo que os estudantes apliquem seus conhecimentos em laboratórios, projetos de campo e estágios, consolidando suas habilidades e preparando-os para os desafios do mundo real no contexto da gestão ambiental e das mudanças climáticas.

Durante o curso, temas cruciais, como adaptação às mudanças climáticas, gestão de recursos hídricos, conservação da biodiversidade e promoção de tecnologias verdes, serão explorados à medida que os estudantes se tornam proficientes nas últimas tendências e avanços na área. Além disso, a interdisciplinaridade será incentivada, proporcionando aos estudantes a oportunidade de colaborar com profissionais de diversas áreas para abordar desafios ambientais e climáticos de maneira abrangente e integrada.

A jornada de formação em Gestão Ambiental e Mudanças Climáticas na Universidade Íris transcende o mero desenvolvimento acadêmico; é uma imersão em um universo de descobertas e desafios que moldarão não apenas a trajetória profissional, mas também a visão de mundo dos estudantes. O compromisso da instituição em oferecer uma educação de excelência, aliada às oportunidades práticas e inovadoras proporcionadas pelo curso, representa um convite irresistível para os apaixonados pela preservação do meio ambiente e pelo enfrentamento das mudanças climáticas. Ao trilhar este caminho, os estudantes não apenas adquirem conhecimento técnico, mas cultivam uma mentalidade transformadora, preparando-se para deixar uma marca positiva no mundo e contribuir para a construção de um futuro sustentável e resiliente. Na Universidade Íris, a Gestão Ambiental e Mudanças Climáticas não são apenas um curso; é um convite para ser parte ativa da mudança e construir um futuro onde a harmonia entre o homem e o meio ambiente, considerando os desafios das mudanças climáticas, seja uma realidade palpável.

Ciência da Computação

O presente documento constitui-se como plano curricular do curso de Licenciatura em Ciências de Computação da Universidade Íris (Uniris).

De Acordo com Maria (2018), Ciência da Computação é a área do conhecimento que atua no desenvolvimento de programas para diferentes dispositivos electrónicos com destaque para celulares e computadores. Esta ciência lida com a programação, banco de dados e sistemas operativos. De um modo geral, pode-se dizer que ciência de computação lida com as tecnologias de informação, que são uma ferramenta essencial para qualquer empresa no mundo moderno.

Este curso visa dar resposta à procura de profissionais que saibam dar respostas adequadas às diversas necessidades cada vez crescentes de uso das TIC em Moçambique e no mundo. Segundo LinkedIn (2020), o sector da Ciência da Computação ocupa o terceiro lugar na lista das profissões mais procuradas com 93.20% de taxa de empregabilidade, ficando atras somente da Medicina e Engenharia da Computação. Assim, o curso visa formar profissionais da ciência da computação qualificados para actuar nas diversas áreas de tecnologia da informação, hardware, networking, engenharia e programação para bases de dados ou pacotes.

Deste modo, o curso em Ciências da Computação, propõe-se a trazer impactos tecnológicos e modernos no sector de Tecnologias de Informação para melhorias sistémicas no que diz respeito ao processo de desenvolvimento socioeconómico do país priorizando o interesse público com foco nas demandas das organizações públicas e interesse do bem-estar comum. Segundo o INAGE (2019), o Plano Operacional para a Sociedade da Informação, os Eixos Estratégicos são: Educação e Desenvolvimento Humano, Saúde, Agricultura, Pescas, Ambiente e Desenvolvimento Rural, Comércio e Serviços, Governação Electrónica, Acesso e Conectividade (Comunicações) e por fim Políticas e Regulação. Deste modo, o sector de Ciência da Computação requer de profissionais qualificados para cobrir estes Eixos.

O curso caracteriza-se por uma forte ligação teoria-prática, provendo habilidades técnicas específicas para o uso de computadores, através de oficinas de trabalho e laboratórios na maioria das disciplinas. Para o caso de Redes, o estudante vai ser capaz de configurar roteadores, switch’s, servidores, pontos de acesso, vai aprender a fazer o cabo de rede, entre outros. Para o caso de Programação, o estudante vai aprender a programar em Java, PHP, Python, Android, IOS, Visual Basic, C#, entre outras. No caso de Base de Dados, o estudante será capaz de criar e gerenciar base de dados (MySQL, MongoDB, MariaDB, OracleDB e SQL Server) escritas em SQL, Non-SQL. Ademais, o curso conta com tecnologias de informação à altura das exigências da Blended Learning (combinação de aulas presenciais com a interacção Professor-Participante, via Web). Este modelo conta com algumas vantagens tais como: Flexibilidade dos horários, mais autonomia e aprendizado, processo de aprendizagem optimizado, o aluno aprende a perguntar e resolver dúvidas, melhor interação entre o professor-aluno e aluno-aluno, reduz de custos. Blended Learning é uma abordagem de aprendizagem que vem sendo adoptada de forma crescente por diversas instituições de ensino. Além de gerar uma ponte construtiva entre tecnologia e educação, permite um ensino aprimorado, contínuo, perene e acima de tudo flexível (Spanjers et al., 2015).

Esta licenciatura destina-se a jovens saídos do ensino secundário geral ou de cursos médios afins ao mundo das TIC, bem como àqueles profissionais que já trabalham nesta área buscam uma oportunidade para melhorar as suas capacidades e desempenho, com vista a acelerar a sua progressão na sua carreira profissional. O acesso ao curso de Ciência da Computação da Universidade Íris será feito sem a necessidade de realização de exames de admissão, será feita uma selecção do estudante com base no currículo do estudante.

Engenharia de Telecomunicações e Informática

O presente documento constitui-se como plano curricular do curso de Licenciatura em Engenharia de Telecomunicações e Informática da Universidade Íris (Uniris).

Na era da revolução digital, a Licenciatura em Engenharia de Telecomunicações e Informática desempenha um papel fundamental na formação de profissionais capacitados para enfrentar os desafios dinâmicos e inovadores do mundo contemporâneo. Este curso é concebido como uma jornada intelectual e prática que visa fornecer uma compreensão abrangente das tecnologias de telecomunicações e informática, preparando os estudantes para contribuir significativamente para o desenvolvimento e avanço dessas áreas.

O plano curricular aqui apresentado é meticulosamente projetado para oferecer uma combinação equilibrada entre fundamentos teóricos e aplicação prática, abrangendo uma ampla gama de disciplinas cruciais. Desde os alicerces matemáticos e científicos até as inovações mais recentes em redes de comunicação e desenvolvimento de software, o programa visa formar profissionais versáteis e adaptáveis.

Ao longo do curso, os estudantes serão desafiados a explorar temas como ciência da computação, redes de comunicação, sistemas embarcados, segurança de redes, e muito mais. A ênfase na resolução de problemas práticos, projetos de engenharia e estágios supervisionados garantirá que os graduados não apenas adquiram conhecimento teórico sólido, mas também desenvolvam habilidades práticas essenciais para a indústria.

Além disso, a ética profissional, a responsabilidade social e as habilidades interpessoais são integradas ao plano curricular para criar profissionais não apenas tecnicamente qualificados, mas também conscientes do impacto de suas atividades na sociedade.

Este plano curricular reflete nosso compromisso em preparar os estudantes para liderar, inovar e enfrentar os desafios do cenário tecnológico em constante evolução. Estamos confiantes de que os graduados deste programa emergirão não apenas como especialistas técnicos, mas como profissionais éticos e visionários prontos para moldar o futuro da engenharia de telecomunicações e informática.